sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Motivações

É curioso como as motivações para um trabalho podem vir de coisas e situações inusitadas. Não gosto muito do termo inspiração, porque me parece algo que vem de fora, por isso uso "motivação".
No início da reforma do estúdio, retiramos uma janelinha de canto antiga para substituir com uma mais moderna. Colocamos no fundo do quintal, esperando juntar todo o entulho para colocar na caçamba. Um dia a Marcia (minha irmã, modelo, amiga, sócia e um monte de coisas mais) olhou pra janelinha descartada e disse "Parece o caixão da branca de neve". Aqui ficou fervilhando... Quando chegou a hora da caçamba, eu não deixei que a colocassem dentro. E ela ficou lá. Toda vez que eu passava, olhava pra ela e ela me olhava de volta. A ideia foi sendo ruminada, surgiram algumas premissas básicas, eu queria fotografar com luz natural, queria que fosse algo deteriorado (a janelinha está um pouco deteriorada), o deteriorado foi se tornando decadente. Chegou a parte da obra que vai cobrir o quintal, eu ía perder a luz natural, fiquei aflita, não tinha o roteiro das fotos pronto, ainda. Na verdade naquela altura achei que seria uma foto única. Não dava mais pra esperar, resolvi fazer e ver o que rolava. Um dia antes quando fui explicar pra Marcia (modelo) o que eu tava pensando, veio uma história completa, com produção, série de fotos, a presença de outra modelo, as maquiagens. Tudo brotou de alguma parte escondida do meu cérebro, de uma vez só e eu nem sabia que já tinha terminado o projeto.
Fizemos a parte da luz natural. Agora estou esperando a conclusão da obra pra fazer a parte interna, com iluminação artificial. Se o conjunto ficar bom, pode ser que role uma mini expo... Em todo caso a janelinha continua lá ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário